CONSULPLAN – TRF 2

consulplan-trf2

Olá, queridos leitores!

Como estão os estudos? Espero que estejam estudando o máximo possível. Principalmente aqueles que trabalham e estudam têm de mudar o foco de número de horas de estudos por dia para percentual de tempo disponível de estudos por dia – explico: se tens 3 horas por dia para estudar, você, trabalhador concursando, deve tentar estudar o mais próximo dessas 3 horas disponíveis. Não adianta nada achar que tem de estudar 10 horas por dia para passar nesse ou naquele concurso pois você não dispõe desse tempo todo. Se fosse assim, eu não teria passado em concurso nenhum pois trabalho desde sempre…

Como vocês já sabem, foi publicado o edital para concurso de ingresso nos quadros funcionais do TRF da 2ª Região.

A partir de hoje vou publicar algumas dicas para a preparação e de leitura para esse concurso, especialmente para os cargos de Analista Judiciário da Área Judiciária (AJAJ) e AJOJAF (Oficial de Justiça Avaliador Federal).

As provas desses dois cargos serão em horários distintos, de modo que vocês podem avaliar se vale a pena fazer a inscrição para os dois, devendo levar em consideração que se as provas tiverem de ser realizadas em locais distintos, a depender da distância, vai ficar apertado, pois AJAJ termina 12:30, e AJOJAF começa às 14 horas, e normalmente precisamos utilizar todo o tempo.

Eu fui AJAJ do TJRJ e do TRE-RJ e posso afirmar para vocês que são cargos em que você poderá dar uma vida digna para sua família (se desejar fazer carreira nos tribunais), ou prosseguir nos teus estudos para outros cargos, sendo viável, com um pouco mais de esforço, a conciliação família-trabalho-estudos-vida social. Mas sobre essa conciliação falaremos em outro dia.

Bem, a organizadora do certame é a Consulplan, que ainda não nos é muito familiar, motivo pelo qual tive de avaliar as provas de diversos concursos.

Conhecer os critérios e metodologias da banca responsável pela organização do certame é o melhor atalho para a aprovação.

As provas de direito da Consulplan priorizam o texto legal, sendo raras as questões que demandam um conhecimento da jurisprudência dos tribunais superiores, bem como que exijam conhecimentos doutrinários.

Essas eram as ideias que gostaria de trocar com vocês hoje.

Fiquem de olhos atentos que nos próximos dias trarei mais dicas.

Vamos em frente e contem comigo!!!

Marco Dominoni